Pular para o conteúdo principal

Alessandro Abdala

FOTOGRAFIA E BIRDWATCHING NA SERRA DA CANASTRA

Formado em História pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Alessandro Abdala Santana é pesquisador da área de História Cultural e autor do trabalho de pesquisa "Habitantes do Sertão: homens livres e escravos no Julgado do Desemboque, 1783-1873".

Alessandro é co-editor da Revista Destaque IN, Revista cultural de Sacramento e dirige a agência Impacto Comunicação, onde desenvolve projetos de cunho editorial, além de atuar como professor de História.

Como pesquisador tornou-se profundo conhecedor da região do antigo Julgado do Desemboque, Sacramento e Serra da Canastra, onde atua como guia em viagens exclusivas para observação de vida selvagem no interior e entorno do Parque Nacional da Serra da Canastra.

O gosto pela fotografia, que era antigo, aprimorou-se com a vontade de registrar as belezas naturais e as formas de vida silvestre que observava sempre. À paixão pelas aves aliou a técnica fotográfica para produzir imagens que retratam a diversidade das paisagens, flora e fauna do cerrado mineiro.

Atualmente, Alessandro desenvolve projetos nas áreas de educação, design e fotografia, tendo seus trabalhos publicados no Brasil e no exterior.

Em 2010, com uma fotografia do fura-barreira (Hylocryptus rectirostris) ave endêmica das matas de galeria do cerrado, Alessandro conquistou o 1º lugar na categoria Prêmio Especial - Vox Populi, do 4º Concurso Avistar / Itaú de aves brasileiras, o maior concurso do gênero no Brasil. Em 2015, foi premiado novamente no mesmo concurso, desta vez com uma fotografia do galito (Alectrurus tricolor) ave ameaçada de extinção, típica dos campos nativos do Brasil Central.


Em 2017 publicou o livro "Serra da Canastra: refúgio das aves do cerrado" obra em que retrata a história e a natureza do Parque nacional da Serra da Canastra.

Para entrar em contato com Alessandro, clique aqui.

Alessandro Abdala